sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Não deu tudo certo

Entrou rapidamente no carro e sem pensar...

- Emergência! Emergência!

Sentando no sofá de casa, acendeu um cigarro e respirou fundo. Na televisão, a notícia: 'jovem de 23 anos morre vítima de atropelamento e o motorista, que não foi identificado, foge do local do acidente'. Sem mesmo terminar o cigarro, acende outro num ato de nervosismo.

No fim de semana vai para o bar com um dos amigos, como de costume. Após várias cervejas e uma série de perguntas sobre o acontecido, não agüenta e desabafa:

- Ah, cara, ela disse que me amava.

2 comentários:

ariel disse...

cigarro é uma coisa meio clichê pra nervosismo.

Lou disse...

não que seja uma coisa ruim?
haha.